Um erro inesperado
aconteceu 

Periscópio + Espai

andrea gomes_avilmar maia_beatriz magalhães_binho barreto_cristina marigo_ daniel bilac_daniela moser_eduardo hargreaves_erre erre_fabíola tasca_flávia péret_francisco lara rezende_Ina gouveia_josé lara_juliana gontijo_lara marques_ laura berbert_letícia grandinetti_lucas kröeff_marcel diogo_marcela novaes_márcia guimarães_marco sem s_maria palmeiro_maurício meirelles_paula huven_randolpho lamonier_victor galvão

Horário de funcionamento:
Seg a Sex: 10h às 18:30h
Sáb: 10h às 14h

Registro fotográfico: Eduardo Eckenfels

EXPOSIÇÃO COLETIVA “UM ERRO INESPERADO ACONTECEU” REÚNE OBRAS DE 28 ARTISTAS NA GALERIA PERISCÓPIO EM BH

A Galeria Periscópio Arte Contemporânea em parceria com o ESPAI inaugura no dia 09 de novembro de 2019 a exposição “Um erro inesperado aconteceu”, coletiva composta por 25 artistas e 3 escritores provenientes de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Com curadoria dos artistas e professores Marcelo Drummond e Nydia Negromonte, que também são proprietários e gestores do Ateliê ESPAI_BH, a mostra abriga obras em diversas mídias artísticas: pinturas, desenhos, objetos, vídeos, ações, instalações e livros de artista.

Ponto de partida do eixo curatorial, a mensagem “um erro inesperado aconteceu”, muitas vezes apresentada nas operações realizadas diariamente nos computadores, é tomada como uma espécie de enunciado para discutir como as ocorrências e intercorrências têm papel fundamental na construção dos processos artísticos contemporâneos.

Mais que um “erro não especificado”, ocorrido ao processar determinada tarefa diária, a mensagem cria um estado de suspensão na rotina do sujeito que, diante do suposto problema, tenta buscar a todo custo modos de reparação. Esse impasse traz consigo um risco iminente, que se desdobra em muitas tentativas de solucionar o contratempo. Não bastasse isso, outra mensagem pode surgir na sequência: “Tente novamente mais tarde”.

Deslocado para o campo dos processos artísticos contemporâneos, a exposição deseja discorrer sobre os modos pelos quais os artistas lidam com essas zonas de escape, bem como a aparição de adversidades e contratempos em sua rotina criativa.

Mais que um simples e pragmático desejo de resolução, para o campo da arte, o erro pode ser tomado como uma propositiva ferramenta de onde emergem questões essenciais para a consolidação das poéticas em artes visuais. O inesperado, ou seja, aquilo que escapa ao controle do artista, promove bons desafios para a prática artística contemporânea.

A exposição, de natureza comemorativa, celebra os 4 anos da Galeria Periscópio e 5 anos do Ateliê ESPAI, dois importantes equipamentos culturais da cidade de Belo Horizonte. Ao longo desse período, os dois espaços vêm construindo uma sólida parceria, que cruza ações formativas e processos de capacitação de artistas com a profissionalização e inserção dos mesmos junto ao mercado da arte.

Pin It on Pinterest

Share This