WILSON
BAPTISTA

1913 — 2014

 

Wilson Baptista nasceu em Belo Horizonte em 1913, onde viveu até 2014. Foi um dos fundadores e o primeiro presidente do Foto Clube de Minas Gerais. Foi organizador e participante de exposições e salões nacionais e internacionais de fotografia até meados dos anos sessenta, nos quais foi premiado diversas vezes. Fotografias suas ilustraram, a partir dos anos 1980, diversas publicações nas áreas de arquitetura, urbanismo e história da capital mineira.

Considerava-se um fotógrafo amador: nunca teve um estúdio ou algo do gênero e costumava usar a sala na qual um colega dava aulas de taquigrafia “como observatório para fotografar as coisas”, bem no centro da cidade. Mais interessado no que a fotografia podia dar a ver do que na tarefa, diretamente associada ao mecanismo fotográfico, de documentar a realidade, acabou constituindo, de maneira nada pretensiosa, um arquivo riquíssimo através do qual podemos percorrer os ritmos, movimentos e fatos cotidianos de transformação urbana, visitar a micro-história nos olhares, práticas sociais e acontecimentos coletivos públicos e enxergar formas e composições autônomas derivadas de objetos familiares como puro exercício plástico. Tais visualidades reveladas habitam a fronteira entre a documentação e a arte, demonstrando que a discussão, em pauta desde a invenção da fotografia no início do século XIX, está longe de ser esgotada.

Realizou a exposição individual Wilson Baptista: Fotografias em 2000 no Instituto de Arquitetos do Brasil e foi homenageado na retrospectiva Diálogos nos tempos da Fotografia, em 2007 na Casa do Baile, com a participação de fotógrafos mineiros contemporâneos. Participou recentemente das exposições coletivas Segue-se ver o que quisesse (2012) e Escavar o Futuro (2013-2014), ambas no Palácio das Artes; Habitáculo, no Cine Theatro Brasil Vallourec e Horizonte Moderno no Centro Cultural Minas Tênis Clube (ambas em 2015).

Pin It on Pinterest

Share This