SELMA
PARREIRA

1955 Buriti Alegre 
Vive e trabalha em Goiânia

Reside e trabalha em Goiânia com pintura, fotografia, instalação, intervenção urbana. Cursou Licenciatura em Desenho e Plástica, Universidade Federal de Goiás, 1979. Especialização em Gravura, Guanajuato, México, 1980. Professora da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás desde 1993. Mestra em Cultura Visual e Arte FAV-UFG em 2010

Premiações:
1983 – São Paulo SP III Salão Brasileiro de Arte Brasil – Japão. Prêmio Pintura.
Itinerância: Rio de Janeiro, Brasília, Tóquio, Kioto e Atami.
1993 – Goiânia GO. III Bienal de Goiás
. Prêmio Pintura MAC.
2009 – Rio de Janeiro RJ.
Prêmio: Projeto Arte e Patrimônio – MINC, IPHAN.
2011 – Prêmio destaque de Artes Visuais, “Lençóis esquecidos no Rio Vermelho”,
exposição conselho cultura. Conselho de Cultura do Estado de Goiás – Prêmio Jaburi.
2019 – 24º Prêmio Sesi Arte Criatividade. Artista Homenageada.

Laboratórios e Residências:
Residência em Gravura, Instituto Allende. Guanajuato, México, 1980

Obras em acervos públicos:
MAM RIO Coleção Gilberto Chateubriand.
Fundação Mokiti Okada M.O.A. São Paulo – SP.
Museu Nacional da Republica – Brasilia DF.
MAC Museu de Arte Contemporânea Goiás.
MAG Museu de Arte de Goiânia.
Acervo Acervo da Universidade Federal de Goiás.
MAPA Museu de Artes Plásticas de Anápolis.

Principais exposições:

Individuais:
2019 – Entre dois Mundos. Pépalito Galeria e Antiquário. Brasília – DF.
2018 – Goiânia GO. Selma Parreira / Projeto MACHINA. MAC – GO.
2013 – Salvador BA. Uma pedra azul e um rio Vermelho, instalação. Galeria Canizares.
2011 – Goiânia GO. Lençóis Esquecidos. Rio Vermelho-instalação e vídeo. Museu da Imagem e do Som. MIS – GO.
2001 – Brasília DF “Velar e revelar”. Galeria Referência.
1996 – Recife PE. “Lonas, Cores, Costuras”. ARIA – Espaço Cultural.
1994 – São Paulo SP. Museu de Arte Contemporânea Pavilhão da Bienal.

Coletivas:

2019 – 24º Prêmio Sesi Arte Criatividade. Artista Homenageada.
2019 – Anápolis GO. 24º Salão Anapolino de Artes. Prêmio Artista Convidado.
2018 – Belo Horizonte MG. Entre Acervos. Palácio das Artes.
2015 – Brasília DF. O papel do Museu. Museu Nacional da Republica.
2014 – Rio de Janeiro. Vozes da América Latina. Espaço Furnas Cultural.
2010 – Fortaleza CE. Pegando a Teia, Centro Cultural Dragão do Mar.
2009 – Rio de Janeiro RJ.
Prêmio: Projeto Arte e Patrimônio – MINC, IPHAN.
2004 – Belo Horizonte MG. ‘’Mitos e Territórios‘’. Conservatório da UFMG.
2004 – São Paulo SP. ‘’Contemporâneos – Mitos e Territórios ‘’ MAC – Ibirapuera.
2004 – Goiânia GO ‘’ Diálogos Possíveis 2’’ Galeria da FAV – UFG.
2004 – Rio de Janeiro RJ. ‘’ Novas Aquisições’’ Coleção Gilberto Chateaubriand
Museu de Arte Moderna RJ.
2003 – Porto-Alegre RS ‘’ Mitos e Territórios’’ MAC – RS
1993 – Goiânia GO. III Bienal de Goiás
. Prêmio Pintura MAC.
1991 – São Paulo, Brasília e Goiânia. ”BR 80, Pintura Brasil década de 80″ Instituto 
Cultural Itaú.
1990 – Dijon França “Goiás: um olhar sobre a arte contemporânea do Brasil”.
1983 – São Paulo SP III Salão Brasileiro de Arte Brasil – Japão.
Prêmio Pintura.
Itinerância: Rio de Janeiro, Brasília, Tóquio, Kioto e Atami.

Pin It on Pinterest

Share This