BRUNO
FARIA

1981 — Recife
Vive e trabalha entre Recife e São Paulo

 

Nasceu em Recife (PE), em 1981. Vive e trabalha entre Recife e São Paulo. Mestre em poéticas visuais pela Escola de Belas Artes da UFMG, desenvolve trabalhos em diferentes mídias como: desenho, escultura, instalação, intervenção e publicação.

Seus projetos partem de contextos específicos e pesquisas históricas para revelar um olhar crítico sobre a arte, a história, a arquitetura e a cidade. Entre suas individuais, destacam-se: “Versão Oficial”, MAC – Niterói, curadoria Pablo León de la Barra e Raphael Fonseca; “Assalto Olímpico”, Centro Cultural São Paulo (2016); “Onde Estão as Minhas Obras?”, MAMAM (2017), curadoria de Clarissa Diniz.

Entre suas coletivas destacam-se: “Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas” , Museu de Arte do Rio – MAR, curadoria Paulo Herkenhoff e Janaína Melo (2014); “Metrô de Superfície II”, Centro Cultural São Paulo – SP, curadoria Bitu Cassunde e Clarissa Diniz (2013); “Ititenários, Itinerâncias: 32o Panorama da Arte Brasileira”, MAM – SP, curadoria Cauê Alves e Cristiana Tejo (2011).

Formação

Mestre em Poéticas Visuais na UFMG.
PIESP – Programa Independente da Escola São Paulo – SP, coordenado por Adriano Pedrosa e Ana Paula Cohen – 2013/14
Artes Plásticas (licenciatura) – 2003/07, FAAP – SP
Artes Plásticas (bacharelado) – 2003/06, FAAP – SP

Prêmios

2017 – Prêmio Aquisição Salão Anapolino de Arte – Anápolis – GO

2014 – Prêmio Proac Artes Visuais  

2013 – Prêmio Funarte de Arte Contemporânea – Sala Nordeste de Artes Visuais – Recife – PE

2013 – Prêmio Bolsa PIESP – Programa Independênte da Escola São Paulo, São Paulo – SP

2012 – Prêmio Bolsa de Produção e Pesquisa 48º Salão de Pernambuco.

2011 – Prêmio Bolsa Iberê Camargo 2011/12

2009 – Prêmio Residência artística de 1 mês no Hangar, Barcelona – ES, pela exposição individual
“Oásis”, Temporada de Exposições do Centro Cultural São Paulo SP.
Prêmio residência artística de 6 meses na Cite Internationale des Arts Paris – FR, concedido pela Fundação Armando Álvares Penteado- FAAP. São Paulo – SP.

2007/08 – 29º Salão de Arte de Belo Horizonte Bolsa Pampulha.

2007 – Prêmio bolsa de estudos, XXXVIII, Anual de Artes Plásticas, FAAP.
Prêmio aquisição 35º Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto.
7º Prêmio Sergio Motta de Arte y Tecnologia, artista selecionado. 

2006 – Prêmio Fiat Mostra Brasil, categoria Projeto.

2005 – 2º lugar em gravura, Salão de Artes Plásticas de Cerquilho/SP.
Prêmio bolsa de estudos, XXXVII, Anual de Artes Plásticas,FAAP.

2004 – Prêmio aquisição -XVI Salão de Artes Plásticas de Praia Grande/SP.
Prêmio bolsa de estudos, XXXVI, Anual de Artes Plásticas, FAAP.

2003 – Prêmio Nívea Arte-prêmio jurado profissional, prêmio bolsa de estúdios e viagem a Londres.

 

Coleções públicas

– Coleção de Arte da Cidade de São Paulo | Prefeitura de São Paulo
– Centro Cultural Banco do Nordeste, CE
– Prefeitura de Anápolis, GO
– Prefeitura Municipal de Santo André, SP
– Prefeitura Municipal da Praia Grande, SP
– Museu de Arte da Pampulha, MG
– MAMAM – Recife, PE
– MAB – Museu de Arte Brasileira, FAAP

Exposições individuais

2018“Brasilia”, SP Arte 2018 – Solo, Fundação Bienal de São Paulo – SP

2017 – “Versão Oficial“, MAC Niterói – RJ
Onde Estão as Minhas Obras“, MAMAM, Recife – PE

2016 – “Assalto Olímpico“, artista convidado – Centro Cultural São Paulo – SP
Na Calada“, intervenção na Rua Guaicurus em Belo Horizonte, APROMIG – Funarte

2015 – “Lusitânia“, RedStudios, São Paulo – Prêmio Proac Artes Visuais

2014 – “THE END“, Sala Nordeste de Artes Visuais – Funarte, Recife – PE

2013 – “Manual para uma nova vista”, Fundação Joaquim Nabuco, Recife – PE

2010 – “Point de Vue”, Centro Cultural Banco do Nordeste. Fortaleza – CE

2009 – “Oásis”, II Temporada Programa de Exposições Centro Cultural São Paulo – SP

2008 – “Terravista”, Fundação Joaquim Nabuco, Recife – PE
Anexo”, Projeto Bolsa Pampulha, Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte – MG

 

Exposições coletivas selecionadas

2017
Ready Made in Brazil, curadoria de Daniel Rangel, FIESP, São Paulo
A invenção da praia – Cassino, curadoria de Paula Alzugaray, Cassino da Urca, Rio de Janeiro

2015
Projeto DentroFora, Vol1. Impresso – Bruno Faria e Fabio Morais, curadoria Douglas de Freitas, Galeria Sancovsky, São Paulo
71º Salão de Arte de Abril de Fortaleza – CE XV Salão de Artes visuais de Natal – RN
Leilão de Parede 2015 PIVÔ, PIVÔ, São Paulo

2014
Há Escolas que são gaiolas e há escolas que são asas, MAR – Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro. Curadoria de Janaína Melo e Paulo Herkenhoff.
Laboratório Curatorial, curadoria Carolina Vieira, SParte, São Paulo
PIESP, Casa do Povo, São Paulo

2013
70º Salão de Arte de Abril de Fortaleza – CE XV Salão de Artes visuais de Natal – RN
Metrô de Superfície II, Centro Cultural São Paulo – SP. Curadoria: Bitu Cassundé e Clarissa Diniz

2012
Bikini Wax, Leon – México.

2011
Ititenários, Itinerâncias: 32º Panorama da Arte Brasileira, MAM – SP. Curadoria: Cauê Alves e Cristiana Tejo.
Geração 00 A Nova Fotografia Brasileira”. Curadoria Eder Chiodetto.
Coletiva de Múltiplos. Galeria Casa Triângulo. São Paulo – SP
SPA das Artes. Recife – PE.
IN.SITUAÇÕES. MAMAM – Museu de Arte Moderna Aluísio Magalhães. Curadoria: Bitu Cassundé.

2010
Galeria Expandida, Curadoria Christine Mello. Galeria Luciana Brito, São Paulo – SP.
Coletiva. Galeria Casa Triângulo. São Paulo – SP.
Sombra do futuro. Instituto Cervantes. São Paulo – SP.

2009
Cartas Trajetos, Usina Cultural Energisa João Pessoa – Paraíba. Curadoria: Bitu Cassundé.
Teu Corpo(em) Paisagem. Ateliê Aberto Campinas – SP.
Comissão de Frente, CFAV Recife – PE.

2008
Muestra Panoramas del Sur, 16º Festival Internacional de Arte Electrónico. SESC_Videobrasil. Laboratório de Arte Alameda, Ciudad de México. 
59º Salão de Abril, Fortaleza – CE. 
Preparatória. Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte – MG. Curadoria: Marconi Drummond.

2007
XXXVIII Anual de Artes Plásticas, FAAP – SP
35º Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto – Santo André
Exposição Nós – MAB- Centro, Museu de Arte Brasileira FAAP
3 Olhares sobre o Urbano – SESC Ribeirão Preto – SP
58º Salão de Abril, Fortaleza -CE. 
16º Festival Internacional de Arte Electrônica Sesc Videobrasil – São Paulo-SP. 
Casas do Brasil – Museu da Casa Brasileira, São Paulo – SP. Curadoria: Eder Chiodetto.

2006
Paradoxos, Rumos de Arte Contemporânea – Itaú Cultural – SP. 
10ª Bienal de Santos – SP. 
34º Salão de Arte Contemporânea Luis Sasciloto – Santo André – SP. 
Exposição Tripé – Sesc Pompéia, São Paulo – SP
Paradoxos, Rumos de Arte Contemporânea – Paço Imperial – RJ
Entre o Público e o Privado: Transições da Arte Contemporânea Fortaleza – CE
SPA Semana de Artes Visuais do Recife – PE
Prêmio Fiat Mostra Brasil Porão das Artes, Fundação Bienal de São Paulo – SP.

Pin It on Pinterest

Share This