Pelo mundo

Acompanhe as

Exposição Wilson Baptista: “Urbano Fotográfico”
03.04.19


Exposição Wilson Baptista: “Urbano Fotográfico”



Wilson Baptista (1913-2014)

Com curadoria de Paulo Baptista, fotógrafo, professor e filho de Wilson, a exposição traça não só uma linha do tempo cotidiano de Belo Horizonte, mas possibilita, também, encontrar formas e composições autônomas derivadas de objetos familiares que se transformam em belíssimas torres e geometrias dos altos edifícios.

De acordo com Marconi Drummond, artista plástico e um dos autores, juntamente com os professores da UFMG Renata Marquez e Paulo Baptista, do livro “Wilson Baptista – Urbano Fotográfico”, o olhar de Baptista revela momentos que definem o que a cidade é hoje. “Há uma espécie de arqueologia urbana, uma prospecção de momentos de Belo Horizonte que, com o passar do tempo, desapareceram. Trata-se do passado urbano, das edifi-cações, formas de sociabilizar e de como a própria população ocupava a cidade”, explica.

O trabalho de Wilson Baptista captura momentos-chave da história de Belo Horizonte, como a abertura da avenida Amazonas, flagrantes do Parque Municipal, procissões, a construção do edifício Acaiaca e até um acidente de bonde no viaduto Santa Tereza.

Wilson foi um dos fundadores e primeiro presidente do Foto Clube de Minas Gerais. Teve fotografias expostas em salões da Alemanha, Espanha, Estados Unidos e Luanda. Em 1954 conquistou no Salão de Fotografia Desportiva de Rosário, Argentina, o Grande Prêmio, a taça de Melhor Fotografia de Atletismo e o Prêmio Consulado Brasileiro de Melhor Fotografia Brasileira. Obteve, também, medalhas e diplomas de honra em diversas exposições no Brasil.

Seu primeiro contato com a Fotografia, foi ao comprar de segunda mão sua primeira máquina, uma Kodak Brownie. Em 1939 obteve o 1º prêmio de Fotografia do Salão Municipal de Belas Artes de Belo Horizonte, com um conjunto de fotografias sobre a capital mineira. Em 1940 expôs no Salão Nacional promovido pelo Foto Clube Brasileiro, no Rio de Janeiro.

Suas fotografias foram expostas em 2015 nas mostras coletivas “Habitáculo”, promovida pelo Cine Theatro Brasil Vallourec, e “Horizonte Moderno”, realizada pelo Centro Cultural do Minas Tênis Clube, ambas com curadoria de Fabíola Moulin e Marconi Drummond.

Serviço :


De 27/02/2019  até 25/05/2019 – 21:00; Terça a sábado

Das 9h30 às 21h, na Casa da Fotografia de Minas Gerais (av. Afonso Pena, 737).

 Exposição “Wilson Baptista: Urbano Fotográfico”

Gratuito.