QUEM SOMOS

A PERISCÓPIO

PERISCÓPIO, uma palavra que causa estranhamento a todos, pois a palavra é desritmada, comprida demais e num primeiro momento não se conecta a arte contemporânea. Esse substantivo masculino, de dez letras e cinco silabas é desconfortável. Mas as lembranças da infância e a instalação de Guto Lacaz no Arte Cidade II fizeram-nos tomar gosto pelo nome. Logo o aparelho óptico, formado de lentes e prismas de reflexão total, que permite ver por cima de um obstáculo. ” Fundiu-se ao conceito arte como disciplina capaz de“ transformar nossa forma de pensar” citando Volz, Jochem. Quando você está aqui e enxerga lá.

Acreditamos que a Arte pode transformar nossa forma de pensar. Proporcionar uma visão para além do que está submerso. Deslocar nosso olhar por cima de obstáculos e barreiras. Por isso a Periscópio Arte Contemporânea nasce para apresentar propostas expositivas singulares, linguagens variadas e com artistas incríveis. O trabalho deles são uma presença constante no cenário artístico nacional e internacional.

Nosso espaço descola do tradicional cubo branco e instala-se em uma casa tombada pelo patrimônio Histórico e Cultural no centro de Belo Horizonte, Minas Gerais.  A casa abre as portas para o público e os convida a entrar em seus cômodos.

Por ser uma galeria nova a única tradição que temos de seguir é o futuro. Essa liberdade nos coloca numa posição para representar promissores artistas, novos olhares. Nossos artistas transitam pelas várias linguagens das artes visuais como pintura, gravura, desenho, vídeo, escultura e performance.

Nestes 02 anos de história a Periscópio apresenta em seu currículo 12 exposições entre individuais e coletivas com mais de 35 artistas apresentados como: Ana Linnemann, Andrea Brown, Bruno Faria, Bruno Palazzo, Camila Lacerda, Éder Oliveira, Ernesto Neto, Fábio Baroli, Fábio Tremonte, Gisele Camargo, Guto Lacaz, Henrique Detomi, Ivens Machado, José Lara, Lais Myhrra, Letícia Grandinetti, Lucas Dupin, Lucas Simões, Marc Davi, Marcelo Drummond, Márcio Diegues, Marco Maria Zanin, Marcone Moreira, Mauro Restife, Patricia Leite, Rafael RG, Randolpho Lamonier, Rodrigo Albert, Rodrigo Cass, Wilson Baptista, etc. Curadorias e textos críticos de Altivo Duarte, Auterives Maciel Júnior, Beatriz de Almeida Magalhães, Fabíola Moulin, Germando Dushá, Marc Davi, Marconi Drummond, Marina Câmara, Paulo Baptista, Paulo Caetano, Renata Marquez, Sérgio Martins, Wilson Lazaro, entre outros.